Saiba como diagnosticar Malformações do Sistema Respiratório:

A organização da assistência obstétrica e neonatal e a disponibilidade de tecnologia têm resultado em maior sobrevivência de crianças, especialmente nos locais que contam com mais recursos. O primeiro desafi­o está intimamente relacionado com as condições respiratórias dos recém-nascidos e, se lhes falta maturidade pulmonar ou em caso de falha do desenvolvimento de alguma estrutura do sistema respiratório, o diagnóstico correto e a intervenção apropriada são possíveis com o conhecimento cientí­fico atual. Os segmentos pulmonares fetais do ser humano são todos identi­ficáveis por volta da sexta semana de fertilização, e ao redor da 24a à 26a semana de idade gestacional o pulmão fetal, embora imaturo, já oferece superfície de troca que permite a sobrevivência.


Com o avanço da medicina fetal, a malformação pulmonar pode ser diagnosticada no período pré-natal, permitindo um planejamento para a condução de cada caso. Crianças assintomáticas que passariam inadvertidamente requerem agora um seguimento pós-natal, ­ ficando evidente a importância do pediatra no reconhecimento das principais malformações pulmonares, o que, na maioria das vezes, terá relação direta com seu prognóstico.


Quanto às vias aéreas superiores, a fossa nasal primitiva aparece a partir da quinta semana de vida embrionária e, com a desintegração da membrana na oitava semana, as narinas se apresentam delineadas. Anomalias no desenvolvimento da traqueia são de caráter emergencial, pois se manifestam nas primeiras horas de vida e demandam diagnóstico e tratamento precoces.


#pediatria #DrMedbook #saudeeconhecimento #ambulatorio #pediatra #sistemarespiratorio #pulmao #respiracao

1 visualização

Medbook Editora

Avenida 13 de Maio, 41

Salas 803 e 804
Centro - Rio de Janeiro - RJ
20031-007

  • Branca Ícone Instagram

Seja o primeiro a saber

Inscreva-se na Newsletter

© 2020 Medbook Editora - CNPJ: 07.914.327/0001-18